ico-calendar-svg-cesar slogan-pra-voce-viver-melhor

Agência Virtual

2ª Via de Boleto
Quero conhecer as vantagens da Agência 24 horas

Vendas

O poder do sim é delas

20/05/2014 por Redação Guarida

O poder do sim é delas

  Maio, tradicionalmente o mês das noivas, é o período do ano escolhido por muitos casais para oficializar a união. É nessa fase da vida, que muitas pessoas decidem procurar um imóvel para comprar. A Guarida Imóveis conversou com o consultor do mercado imobiliário *Sylvio Lindenberg sobre o poder feminino na hora de escolher o imóvel da família e os fatores determinantes para efetivar o negócio. Um fato marcante é que as mulheres são mais detalhistas, e isso torna o processo de compra mais longo, pois elas pesquisam e perguntam mais do que os homens. Já eles percebem o imóvel de uma forma macro e não analisam muito a infraestrutura. Afinal, o que é essencial em um empreendimento para agradar os olhos de uma mulher? De acordo com o Sylvio, a resposta é a praticidade em primeiro lugar. O local precisa estar próximo de boas escolas e as áreas de lazer devem agradar a todos os componentes da família.   Outro ponto interessante destacado por Lindenberg fica por conta das atrações do condomínio, ou seja, o que esse imóvel vai oferecer para o casal e seus filhos. Essas são as perguntas que elas se fazem antes de dizer o sim ao novo lar. A mulher contemporânea se divide entre trabalho, lar e família, o que justifica os olhares mais atentos ao apartamento e tudo que o cerca. São elas que, em muitos casos, também cuidam da organização financeira da família, evitando apertos no futuro e analisando o custo-benefício entre o imóvel, a localização e a infraestrutura ao redor.   * Sylvio Lindenberg atua no mercado imobiliário há mais de 30 anos como corretor de Imóveis e consultor de empresas do Ramo Imobiliário. É autor dos livros “Venda de Imóveis: Um Ato de Negociação”; “Guia Prático do Corretor de Imóveis: Fundamentos e Técnicas” e “Negociação e Processo Decisório”.

Sobre o autor

Redação Guarida

Anterior Próximo

Deixe o seu comentário