Agência Virtual

2ª Via de Boleto
Quero conhecer as vantagens da Agência 24 horas

Aluguéis

Seguro-fiança: entenda como funciona e quais as vantagens para inquilinos e proprietários

10/09/2018 por Julio Cesar Soares da Silva

Para alugar um imóvel, o inquilino precisa, via de regra, apresentar um tipo de garantia locatícia. É isso que vai assegurar que o proprietário não terá prejuízos, caso o inquilino não cumpra com algum dos seus deveres previstos em contrato. A garantia mais conhecida no mercado é a de Fiador. Porém, outro tipo praticado é o Seguro-fiança.

Ao optar pelo Seguro-fiança, o inquilino paga o valor de aproximadamente um aluguel e meio, mais encargos, para uma seguradora. Com isso, caso o inquilino descumpra algo que está previsto no contrato de locação, como inadimplência, a seguradora será responsabilizada e deverá ressarcir o proprietário. Em alguns casos é possível estender a cobertura do seguro, garantindo o pagamento do condomínio, água e luz, entre outros.

A vantagem do seguro fiança para o inquilino está em não precisar contar com um fiador e, ainda, ter a possibilidade de alugar com mais rapidez, assim que seu crédito estiver aprovado. Além disso, muitas seguradoras parcelam o valor cobrado, o que pode ajudar no orçamento de quem está alugando um imóvel. Já para o proprietário, o seguro-fiança garante ressarcimento mais rápido em caso de inadimplência do inquilino, entre outros imprevistos e pode aumentar as chances do imóvel ser locado com mais agilidade.

Além das modalidades de Fiador e Seguro-fiança, há outras três opções de garantias. São elas: Carta Fiança, Titulo de Capitalização e Caução. As garantias locatícias são muito importantes em um contrato de locação, pois protegem todas as partes envolvidas no negócio.

 

Sobre o autor

Julio Cesar Soares da Silva

Diretor-presidente

Anterior Próximo

Deixe o seu comentário

Indique este post

Por favor, preencha os dados abaixo: